Notícias

Privatização dos Correios é confirmado pelo Bolsonaro

Em uma notícia e confirmação já dada em pequenos detalhes pelo ministro da economia Paulo Guedes, indicou que a estatal Correios está na mira de uma possível privatização completa.

A informação oficial foi dada diante pelo senhor presidente Jair Bolsonaro (26/04) que enfim concordou plenamente em fazer a inclusão no programa de privatização, que até então era informação vinda do próprio ministro Paulo Guedes que deixou claro na entrevista da GloboNews, mas não citou nomes no dia até a chegada das palavras do presidente da república.

Artigos relacionados

A estatal veio de anos e anos anteriores no vermelho em dívidas históricas, envolvida em corrupções e além do mais milhões de brasileiros com reclamações e recorrência em direitos ao desfavorecimento em serviços dos correios, que infelizmente decaiu há anos pela falta de entrega em residências, percas (roubos) de pacotes valiosos, produtos violados, pagamento por uma taxa de entrega que nunca foi respeitada.

 


 

Diante do tweet dado pelo Jair Bolsonaro, os correios está no seu ponta pé inicial para prosseguir, em busca de melhorias e economia para o país. Os estudos serão efetuados para um progresso na pauta de privatização.

Por mais que os últimos anos os Correios veio anunciando diversas novidades em seus serviços, a empresa não soube aproveitar e trabalhar focando em melhorias para o público em geral, trazendo mais malefício ao invés de benefícios. Assim alimentando um desejo imenso por muitos para que a estatal que mais prejudicou o país seja privatizada e abrindo mais espaço ao mercado nacional de encomendas e postagem de telégrafos.

 

Fonte: GloboNews/Twitter

 

Nos sigam em nosso Instagram e Twitter para ficar por dentro das novidades!

Wellington Vilela

O carinha do T.I da empresa, amante e atuante como designer gráfico, louco por filmes e séries e MAIS louco ainda pelo mundo gamer. Chamou pra jogar? "vambora!"

Artigos relacionados

Comente logo abaixo!

https-nerdiano-com-br
Veja também!
Fechar
Botão Voltar ao topo